Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Presidente do Senado afirma que a Casa não votará anistia a caixa 2

Rogério Rosso afirmou, por meio das redes sociais, que o presidente Michel Temer prometeu “vetar imediatamente” qualquer anistia a caixa 2.

Diante do burburinho de que a Câmara dos Deputados, na votação do projeto anticorrupção, possa aprovar a anistia ao caixa 2 de campanha, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), manifestou-se em nota, informando que a Casa não votará nenhuma proposta de “anistia de campanhas eleitorais”. Segundo Renan, a medida visa “poupar” o presidente da República de eventual veto ou sanção de proposta impopular.

“O Senado Federal tem uma pauta posta até o final do ano, fruto de um entendimento entre as lideranças de todos os partidos. Em razão dessa pauta, o Senado não vai votar qualquer projeto que envolva eventuais anistias de campanhas eleitorais, poupando o Senhor Presidente da República de veto ou sanção sobre matérias dessa natureza”, diz a nota assinada por Renan.

Aliado de Temer

O deputado federal Rogério Rosso (PSD), aliado do governo Temer, afirmou, por meio das redes sociais, que o presidente Michel Temer se comprometeu a “vetar imediatamente” qualquer anistia a caixa 2 que possa vir a ser aprovada pelo Congresso.