Foto: Wesley Moura/Brasília Blog

Defesa entra com recurso no STJ e quer recondução de Celina à presidência da CLDF

O advogado Eduardo Toledo tenta reverter o posicionamento no tribunal, após perder recurso no TJDFT. O ministro relator é defensor da presunção de inocência.

O advogado de Celina Leão (PPS), Eduardo Toledo, protocolou às 13h51 desta segunda-feira (24) um agravo instrumento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar a recondução da deputada à presidência da Câmara Legislativa. O Habeas Corpus nº 376763 terá como relator o ministro Antônio Saldanha Palheiro, da 6ª Turma, que julga matéria criminal. Saldanha é o mais novo ministro do STJ, empossado em abril deste ano.

Com um placar apertado, Celina permanece afastada e Raimundo é reconduzido à Mesa

Na terça-feira passada, o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) julgou o recurso da distrital. Dos 21 Desembargadores, 11 votaram pela manutenção do afastamento de Celina. O Conselho, entretanto, autorizou o retorno dos demais integrantes da cúpula à Câmara.

pesquisa_proc_celina_stj